.:: Êxtase da Deusa ::.

Memorial

* Navegue no interior do site pelas "palavras de toque" ou através do "Arquivo do blog".

"O caso de Millicent Gaika, sul-africana que suportou cinco horas de estupro por ser lésbica, trouxe novamente à tona a situação de opressão da mulher na África do Sul, capital mundial do estupro.

O país, que garante em constituição a igualdade de todos os cidadãos, tem suas mulheres vivendo sob permanente estado de insegurança.

Por ano, são 500 mil casos de estupro registrados. Estima-se que quase metade da população feminina vá ser vítima de estupro em algum momento de sua vida.

Leia o relatório completo com depoimentos das sobreviventes
Assine a petição da Avaaz pelo fim do estupro corretivo
Aceitação social da violência
Embora a impunidade para quem comete crimes contra a mulher na África do Sul seja regra, o problema se agrava quando esse crimes são motivados pelo preconceito.

Para a maioria das lésbicas sul-africanas, é preferível suportar o sofrimento a denunciar esse tipo de agressão: na África do Sul, o estupro “corretivo” tem quase plena aceitação social.

Uma pesquisa realizada por uma organização local revelou, por exemplo, que 20% dos homens acreditam que as vítimas de estupro gostaram da experiência. E mais: que elas fizeram por merecê-la.

Omissão do Estado

Além disso, as mulheres que têm coragem de denunciar esses crimes se deparam com um sistema judiciário falho, que acaba protegendo os agressores. Embora a constituição da África do Sul proíba a discriminação em função da opção sexual, o estupro “corretivo” não é julgado como crime motivado pelo preconceito.

Em 2009, quando a ActionAid publicou o relatório Crimes motivados pelo preconceito: O aumento de ocorrências de estupro “corretivo” na África do Sul, só um em cada cinco casos de estupro “corretivo” era julgado. Desses, pouco mais de 4% resultava em condenação.

Onda de violência crescente
Diante da recusa do governo sul-africano em priorizar a violência contra a mulher como questão de segurança pública, a onda de crimes motivados pelo preconceito só aumenta. Em 2009, organizações LGBT locais afirmavam tratar de cerca de 10 casos por semana.

Ainda mais alarmante é a transmissão do ódio à nova geração de homens sul-africanos. Cresce a ocorrência de estupros cometidos em escolas por garotos que acreditam poder “curar” suas colegas do lesbianismo.

Leia o relatório completo com depoimentos das sobreviventes
Assine a petição da Avaaz pelo fim do estupro corretivo "



Fonte: Act!onaid
28/01/11 

Outras fontes: Clique aqui

Read More …

 
"Círculo Sagrado de Visões Femininas age em diversos níveis, são eles:


Físico: " É comprovadamente cientifico que quando duas ou mais mulheres permanecem juntas em um mesmo espaço físico seus ciclos menstruais se auto-regulam. E, segundo as medicinas tradicionais, a mulher se oportuniza do processo de menstruação quando este ocorre nas fases MINGUANTE/NOVA, pois assim temos maior influência do SOL na TERRA e, desta forma, eliminamos mais e melhor. E, além disso, quando diversas mulheres estão juntas, o corpo aciona a produção de um hormônio chamado OCITOSINA, que causa sensação de felicidade e bem-estar. Menstruação regulada cura e nos ensina a viver ciclicamente, entendo que morrer é necessário, tanto quanto renascer e viver plenamente.

.::Emocional:: O CÍRCULO é um arquétipo igualitário, traz noção de pertencimento e de sacralidade à palavra, pois todas ao redor do centro estão à mesma distância, desta forma, não existe hierarquia. Cada palavra é ouvida. Cada batida de coração é sentida. Estar em Círculo CURA as feridas. Sana sem demora as mágoas e ressentimentos. Abre espaço no ventre e coração para a renovação e para realização plena.

 

.::Social::. Pretende gerar um grupo, ou Círculo de Mulheres que ocupe o vazio comunitário criado pelo capitalismo/pa iarcado. Fazendo circular e estimular o conhecimento e a partilha. Estimulando as mulheres a ocupar e a se manifestar em espaços públicos levando os pontos de vistas femininos.

.::Espiritual::. Em um local onde a mulher possa dar voz a sua essência, o espírito feminino se sente livre para se manifestar, proporcionando insigths, conexões com os arquétipos interiores e intuição mais apurada e visão de olhos de águia, além do alcance, dentro e fora da situação, mediando seus aspectos internos e a vivencia externa."

::Raiz do “Círculo Sagrado de Visões Femininas”::
SÃO PAULO/SP – Sabrina Alves
Endereço: Rua Natingui, 380 - Vila Madalena
(à pé, ao lado do metrô, desça pela rua Marinho Falcão)
Fone: (11)9614-2858
Contribuição: R$ 10,00
Tragam frutas p/ compartilhar e objetos para compor o altar.


IMPORTANTE A PONTUALIDADE!!!
Encontre a cidade mais próxima de você!


GUARDIÃS AUTORIZADAS! 

.::BRASIL::.


::RIO DE JANEIRO/ RJ – Marcela Zaroni::
Endereço: Espaço Mahayogini- R.Voluntários da Pátria, 371 - Sala:202
Cel: (21) 85301340
Informações: shaktilalla@hotmail.com
Contribuição: R$ 10,00
 
::IMBÉ/RS - Camila Ceroni (Flora Zabella)::
Local: Rua Herval nº 2198, bairro Centro
Contribuição: R$5,00 + frutas e outros alimentos naturais, sucos, chás.
Email: florazabella@yahoo.com.br
Fone p/ contato: (51) 3627-5572 / 9226-9556

::GOIÂNIA/GO - Heloisa Helena::
Local: Avenida República do Líbano nº 1136 Setor Aeroporto -
Núcleo de Yoga Arte e Corpo.
Contribuição: R$7,00 + frutas e/ou alimentos naturais, sucos, chás.
E-mail:heloisa_psico@hotmail.com
Fone:(62) 8106-9730

::SÃO LEOPOLDO/RS - Simone Alves::
Rua São Domingos, 991 - Centro/São Leopoldo
São Leopoldo/RS
Contibuição: R$10,00 + um lanchinho ou suco para compartilhar
Email:simonealves.evolucao@gmail.com 
Fone: 51 9818 6280

:: FLORIANÓPOLIS/SC - Mariana Alba::
Local: Porto da Lagoa
Contribuição: R$5,00 + 1kg de alimento + frutas, bolos ou sucos para compartilhar
Podem trazer objetos de poder para limpeza e reforço da intenção dos mesmos.
E-mail: gaialuasol@hotmail.com
Fone de contato: 48 9917-7523

::RECIFE/ PE - Terezinha Marques (Elora Gaya)::
ESTE MÊS NÃO HAVERÁ!

::CURITIBA/ PR – Karenn Missa Fujimatsu (Mirpa Nhusta Manta)::
Local:, Rua Machado de Assis, 322, Juvevê (esquina com Rocha Pombo).
Casinha do Ser - Espaço Terapêutico
Contribuição: R$ 10,00 + frutas ou outras gostosuras naturais
+sucos + objeto sagrado e de poder para
Email: nnerak@hotmail.com
Fone de contato: (41) 9992-5250

::JUIZ DE FORA/ MG - Júlia Marina (Ma’Lika)::
Local: Rua São Mateus, 890 - Juiz de Fora (Espaço Kaula Yoga)
Telefone: (32) 8454-2337
Contribuição: R$ 10,00
O que pedir para as mulheres levarem: Frutas
Email: malika_yoga@hotmail.com

::UBERLANDIA/MG - ANA CAROLINA MAGRI::
Clã Irmandade de Gaia
Rua: Micheli Virno, 3263
Bairro: Custódio Pereira
Valor: 10,00 + suco ou lanchinho (sem carne) Para compartilhar
Traje: Saia ou vestido

::PORTO ALEGRE/RS – ANA PAULA ANDRADE::
LOCAL: ESPAÇO RAPA NUY
Rua Delfino Riet, 116 Bairro Santo Antônio
Porto Alegre/RS
Contato: (51) 98210643
Email: ciccpaz@gmail.com

::SALVADOR/ BA – Jeruza Rosário::
ESTE MÊS Não HAVERÁ!


.::VILA VELHA/ ES – Iony Ming::
Este mês não haverá!

.::MUNDO::.

::PORTUGAL:: SINTRA - MARJORIE SÁ
Local: Rua da Fonte Velha 56
Rinchoa - Sintra (Dhaya Yoga)
TLM: 913319836
Email: marjoriefs@hotmail.com

::CHILE/Santiago - MARÍA JOSÉ MÉNDEZ
Centro de yoga y terapias complementarias Agni Yoga.
Dirección: La niña # 3025, Metro Colón. Las Condes.
E-mail: afloramujer@gmail.com
Teléfono celular: 8-1948487

::PERU/Urubamba/Cusco - Cristine Pastoris Muller – Takua::
Rumichaca Alta - Urubamba - Casa de la Tribu Holistica
(084)984248370
Email: takuacris@hotmail.com cristine@tribuholistica.com
Valor: 25 soles
Trazer frutas o alimento vegetariano, agua mineral, para compartir. 
Ofrendas (por ejemplo: hojas de coca, palo santo, agua florida, semillas, velas, ...)
 y objetos ceremoniales personales para consagración.


REPASSE ESSE CONVITE ÀS MULHERES DA SUA VIDA!


ATENÇÃO: 
Gostou das expressões e frases contidas nessa publicação, 
se for usar, cite a fonte, Obrigada!"
Read More …

"Recolhe do ninho os ovos

a mulher

nem jovem nem velha,

em estado de perfeito uso.

Não vem do sol indeciso

a claridade expandindo-se,

é dela que nasce a luz

de natureza velada,

é seu próprio gosto

em Ter uma família,

amar a aprazível rotina.

Ela nào sabe que sabe,

a rotina perfeita é Deus:

as galinhas porão seus ovos,

ela porá a sua saia,

a árvores a seu tempo

dará suas flores rosadas.

A mulher não sabe que reza:

que nada mude, Senhor."

(Oráculos de Maio, Adélia Prado, p.39.)


Read More …


Reportagem realizada por: Sara Stopa 

PS: Informações sobre o movimento do Círculo Sagrado de Visões Femininas na segunda e terceira páginas da matéria.
Read More …

 "O sacerdócio feminino na Suméria teve início com Sargão de Akkad. Estas tinham importância nos ritos de adoração a Deusa da Fertilidade e era reconhecido seu valor social, como também lhes eram conferidos direitos legais. Tenho o objetivo de abordar o relativo papel que estas desempenhavam na Suméria e sua importância como cidadãs no contexto em que estavam inseridas. Para tal foi feita uma análise de fontes bibliográficas já escritas sobre o tema. Com isso pretendo demonstrar a importância que a mulher tinha neste período e a participação relativamente ampla que exercia, observando que nem sempre esta foi relegada à margem da sociedade como impura e pecadora."

Regina Schüssler

Continue lendo em:
Read More …

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...