.:: Êxtase da Deusa ::.

Memorial

* Navegue no interior do site pelas "palavras de toque" ou através do "Arquivo do blog".

Os costumes ligados à placenta são infinitos. Na África existem povos que a consideram a parte espiritual da criança, aquela parte dela que a acompanhou do Céu para a Terra. Portanto a conservam e a usam para diferentes rituais pessoais e sociais. Em outras sociedades todas as placentas são enterradas numa colina, a “colina das placentas”. Assim a colina é o equivalente dos nossos cemitérios, somente que está orientada para a vida, não para a morte. Existem métodos empíricos usados pelas parteiras tradicionais da América central e meridional para reanimar uma criança nascida morta: dando fogo à placenta expelida, com o cordão ainda íntegro, ligado ao bebê, para que este retome vida.

é fora de dúvida que permanece uma forma de troca entre placenta e criança mesmo após a expulsão do corpo materno. Tanto é que em outras culturas a placenta é conservada ao lado da criança até a queda do cordão, sem nunca cortá-lo, como sinal de extremo respeito pelos recursos endógenos e pelos tempos da criança, e também na convicção que a placenta continue nutrindo a criança e lhe transmita ainda substâncias preciosas para seu sistema imunológico até estar completamente seca, em seguida poderá ser transformada em remédios (tinturas) que curarão a criança por longos anos e de várias doenças.
**

** Trecho extraído do capítulo: Rituais, costumes e virtudes terapêuticas da placenta do livro: CVenire al mondo e dare alla luce. Percorsi di vita attraverso la nascita” de Verena Schmid, Milano, Ed. Urra, 2005, pp. 195-6. (fonte: http://www.moradadafloresta.org)

Read More …

Mulheres de pulsar de coração livre e ventre em celebração,

Cá estamos com novas possibilidades nessa 1ª Lua Nova do Solstício de Verão. Encontro de Lua Nova pelo "Círculo Sagrados de Visões Femininas".

Simultaneamente, mulheres de diversos estados brasileiros reunem-se em círculos de iguais e ecumênicos sempre ao 1ª dia de Lua Nova para celebrar , fortalecer, expressar plenamente suas formas, curar seus ciclos hormonais e regular sua menstruação/fertilidade.

O Círculo Sagrado de Visões Femininas é uma experiência de resgate simbólico da energia ancestral coletiva feminina onde mulheres em meio à agitação das cidades, guiadas por suas próprias crenças, perpetuam sua linhagem feminina por meio da sacralidade de seus corpos.

“Reunimos-nos na LUA NOVA. Na Lua dos términos definitivos. Na Lua dos recomeços inspiradores. Por quê sacralizamos nossos corpos. Por quê realmente nos entregamos ao aperfeiçoamento espiritual. Por quê somos mestras de nós mesmas e honramos a energia que se expande espiralada em forma de cura.”

Nosso momento é agora, junte-se a nós nessa RED-Revolução! Está Feito!

Com amor
Sabrina Alves


::Raiz do “Círculo Sagrado de Visões Femininas”::

SÃO PAULO/SP – Sabrina Alves

Endereço: Rua Natingui, 380 - Vila Madalena

(à pé, ao lado do metrô, desça pela rua Marinho Falcão)

Fone: (11)9614-2858

Contribuição: R$ 10,00

Tragam frutas p/ compartilhar!


Honrarias e bênçãos às novas mulheres guardiãs que chegarão na 1a Lua Nova no Solstício de Verão:


::CURITIBA/ PR – Karenn Missa Fujimatsu (Mirpa Nhusta Manta)::

Local:, Rua Machado de Assis, 322, Juvevê (esquina com Rocha Pombo). Casinha do Ser - Espaço Terapêutico

Contribuição: R$ 10,00 + frutas ou outras gostosuras naturais +sucos + objeto sagrado e de poder para

Email: nnerak@hotmail.com

Fone de contato: (41) 9992-5250


::JUIZ DE FORA/ MG - Júlia Marina (Ma’Lika)::

Local: Rua São Mateus, 890 - Juiz de Fora (Espaço Kaula Yoga)

Telefone: (32) 8454-2337

Contribuição: R$ 10,00

O que pedir para as mulheres levarem: Frutas

Email: malika_yoga@hotmail.com


::SANTOS/ SP- Bárbara Guerreiro::

Local: Rua Pereira Barreto nº10 altos - Gonzaga - Santos (Espaço Esotérico A Sacerdotisa)

Contribuição. R$ 6,00 + Frutas e sucos

Email: babiguerreiro@hotmail.com

Fone de contato: (13) 9142.1085


::UBERLANDIA/MG - Ana Carolina Gusmão Magri::
Local: Rua Ituiutaba, 286, Uberlândia MG (Espaço Sevee)
Contribuição: R$ 10,00 + frutas para compartilhar
Email: ana.carol23@gmail.com

Estas são as guardiãs autorizadas que ingressaram na 1ª Lua Nova de Primavera.


::RIO DE JANEIRO/ RJ – Marcela Zaroni::

Endereço: Será informado por telefone

Fone: Casa: (21) 33923502//Cel: (21) 85301340//Trabalho: (21) 25350044

Email: shaktilalla@hotmail.com

Contribuição: R$ 10,00


::ESTEIO/RIO GRANDE DO SUL – Ana Paula::

LOCAL: CICC PAZ

Rua São Jerônimo, 76 – centro – Esteio/RS

Contato: (51) 98210643

Contribuição: R$ 2,00 ou lanchinho para compartilhar (vegetariano)

Email: ciccpaz@gmail.com


::SALVADOR/ BA – Jeruza Rosário::

Endereço: Av. Sete de Setembro, 761, ap. 702, Ed. Avenida, Rosário, Centro.
FONE: (71) 3329-4998/ 8765-2723.

Email: jeruzarosario@hotmail.com

*Demais infos pelo telefone


::VILA VELHA/ ES – Iony Ming::

Endereço: Rua Candeias 159, Barcelona - Serra

Fone: (27) 9926-2668 ou 9723-4480

Email: angelis_dos_anjos@hotmail.com

*Demais infos por telefone.


::BELO HORIZONTE/ MG – Aryane Moreira::

Endereço: informação somente por telefone

Fone: (31)3471-1465

Email: afiandeira@hotmail.com

*Demais infos por telefone.


www.circulosagradodevisoesfemininas.blogspot.com


REPASSE ESSE CONVITE ÀS MULHERES DA SUA VIDA!

Importante: O círculo estará aberto para receber todas as mulheres, independentemente de sua orientação espiritual/religiosa.

Sabrina Alves
Coordenadora
Clã dos Ciclos Sagrados
"Mulheres em círculo para honrar seus ciclos; avançando fronteiras e tecendo redes."
www.cladosciclossagrados.com

Realização / Apoio Círculo do Rio de Janeiro:
Read More …

"A TARTARUGA é o mais velho símbolo do planeta Terra. É a personificação da energia da Grande Mãe. Nós nascemos do seio da Terra e para o seu solo nossos corpos retornarão. É o círculo de dar e tomar, de retornar para a Mãe Terra tudo o que ela nos deu. A carapaça da Tartaruga é similar a proteção que a Terra nos vem dando através dos séculos. Esta proteção vem na forma de mudanças. Uma nova planta crescendo, a criação de novas terras pelos vulcões e as alterações do clima. A Tartaruga nos ensina como usar nossa proteção contra ferimentos inveja, medo e do inconsciente dos outros."

Em seu casco, a represetação das quatro direções/elementos criadores do mundo.

Adaptado do site Batuan.
Read More …


“Mãe toda poderosa, mãe do pássaro da noite (...)
Grande mãe com quem não ousamos coabitar
Grande mãe cujo corpo não ousamos olhar
Mãe de belezas secretas
Mãe que esvazia a taça
Que fala grosso como homem,
Grande, muito grande mãe no topo da árvore iroko,
Mãe que sobe alto e olha para a terra(...)”

(Beier in Pemberton, 1982, p. 192).
Read More …


::Movimento Nacional – Círculo Sagrado de Visões Femininas: Encontros da Lua Nova.

"Confiando no infinito campo de possibilidades no Grande Útero Universal ancoro com amor esta energia que se manifesta aqui e agora. Sob as energias da LUA NOVA DE SETEMBRO reverencio a Criação. Honrarias eternas às mulheres que em Ventre e Coração uníssono pressentem e recebem esta energia de Cura.: Hoje os encontros da LUA NOVA pelo “Círculo Sagrado de Visões Femininas” se expande em Círculos espalhados pelo Brasil. Ancorados por mulheres fortes, porem simples, mas com amor e confiança suficiente para se tornarem a ferramenta, o Elo da Grande Teia, de cura, amor, confiança e expressão feminina." (Sabrina Alves)

Círculo do Rio de Janeiro - Guardiã Shakti Lalla
Informações: shaktilalla@hotmail.com / (21)85301340
Dia: 16/11/2009 -20h
Local: Espaço MahaYogini - Rua Voluntários da Patria, 371, sala:202 - Botafogo-RJ
Contribuição: R$10,00

Público-alvo: Mulheres de todas as idades e religiões serão bem vindas!

Confirmem a sua presença, una-se ao círculo!
Read More …

Read More …

DECLARAÇÃO DO CONSELHO INTERNACIONAL DAS TREZE AVÓS NATIVAS
http://www.grandmotherscouncil.com/

"Somos treze avós nativas, representantes das tradições de nossos povos, que se reuniram pela primeira vez de 11 a 18 de outubro de 2004, em Phoenicia, no estado de New York, nos Estados Unidos da América. Provenientes das quatro direções do Globo, nos encontramos na terra do povo da Confederação Iroquesa. Viemos da Floresta Amazônica, do Círculo Ártico da América do Norte, das Grandes Florestas do Noroeste Americano, das Vastas Planícies da América do Norte, das Terras Altas da América Central, das Colinas Negras do Dakota do Sul, das Montanhas de Oaxaca, do deserto do Sudoeste Americano, das Montanhas do Tibet e da Floresta da África Ocidental.

Afirmando nossas relações com as medicinas tradicionais de todo o mundo, nos reunimos em torno de uma visão comum para formar uma nova aliança global.

Nós somos o Conselho Internacional das Treze Avós Nativas. Formamos uma só unidade. Nossa aliança é de preces, educação e cura pela nossa Mãe Terra, todos os seus habitantes, em especial as crianças, e as sete gerações vindouras.

Inquieta-nos profundamente a destruição sem precedentes de nossa Mãe Terra, a contaminação de nosso ar, nossas águas e nosso solo, as atrocidades da guerra, a disseminação global da pobreza, a ameaça das armas nucleares e do lixo radioativo, a cultura predominante do materialismo, as epidemias que ameaçam a saúde dos povos da Terra, a exploração das medicinas tradicionais e a destruição das tradições dos povos nativos.

Nós, o Conselho Internacional das Treze Avós Nativas, acreditamos que nossos modos ancestrais de rezar, de fazer paz e de curar são hoje uma necessidade vital. Nos unimos para orientar, educar e formar nossas crianças. Nos unimos para preservar a prática de nossas cerimônias e afirmar o direito de usar nossas plantas medicinais livres de impedimentos legais. Nos unimos para proteger as terras onde vivem nossos povos e das quais dependem nossas culturas, salvaguardar com segurança a herança coletiva das medicinas tradicionais e defender a própria Terra. Acreditamos que os ensinamentos de nossos ancestrais iluminarão nosso caminho em meio a um futuro incerto.

Nos juntamos a todos aqueles no mundo que honram o Criador e todos aqueles que trabalham e rezam pelas nossas crianças, pela paz mundial, pela cura de nossa Mãe Terra.

Por todos os nossos semelhantes."
Read More …

"Havia qualquer coisa de indeterminado
antes do nascimento do universo.
Qualquer coisa muda e vazia,
independente e inalterável,
que circula por toda parte sem nunca se cansar.
Deve ser a Mãe do Universo.

Não conhecendo o seu nome,
denomino-a Tao
e procuro chamá-la de grandeza.
A grandeza implica em extensão;
a extensão implica em afastamento;
o afastamento exige retorno.

O Tao é grande.
O céu é grande.
A Terra é Grande.
O homem é Grande.
É por isso que o homem é um dos quatro grandes do mundo.

O homem imita a terra.
A terra imita o céu.
O céu imita o Tao.
O Tao tem seu único modelo em si mesmo."

Tao te King
Read More …


"Todas nós pertencemos a uma linhagem longuíssima de pessoas que se tornaram lanternas luminosas a balançar na escuridão, iluminando o próprio caminho e os passos de outras."

Clarissa Pinkola Estes, Ciranda das mulheres sábias
Read More …


Estamos caminhando para o nosso segundo encontro do movimento nacional dos Círculos Sagrados de Visões Femininas.

Simultaneamente, mulheres de diversos estados do Brasil se reunem em círculos focalizados pelas guardiãs de cada estado, no primeiro dia de lua nova, para celebrar, compartilhar, focalizar esta data tão importante para o calendário feminino. Uma oportunidade de alinharmos nosso tempo interno, a sabedoria do ventre, ao tempo da lua e seus ciclos fertilizadores e regenerativos.

O Círculo Sagrado de Visões Femininas é uma experiência única de resgate simbólico dos antigos ritos ancestrais da tenda da lua vermelha, em meio a agitação das cidades, onde as mulheres, reunindo-se neste círculo de iguais, se fortalecem na conexão com poder feminino, através do resgate da sacralidade do seus corpos.

Quando? dia 18/10 as 18h
Onde? Botafogo-RJ
O que devo levar? alimentos, oráculos, instrumentos, inspiração, histórias, experiências (...)
Como posso ajudar? colaborando com uma taxa de manutenção do espaço de R$10,00 por encontro.

Seja bem vinda ao circulo! Entre em contato para mais informações.

Shakti Lalla
Guardiã do Círculo do Rio de Janeiro
shaktilalla@hotmail.com
(21)85301340

Círculo Sagrado de Visões Femininas
Encontros da Lua Nova


18 de outubro, domingo, às 18hs,

Convidamos todas as mulheres, de qualquer idade, a compartilhar conosco desta energia de renovação e poder, cura e amor neste encontro ritual de LUA NOVA. .

sincronicamente em:
São Paulo/SP, Rio de Janeiro/RJ, Esteio/RS,
Vila Velha/ES, Salvador/BA, Belo Horizonte/MG


"Confiando no infinito campo de possibilidades no Grande Útero Universal ancoro com amor esta energia que se manifesta aqui e agora. Sob as energias da LUA NOVA DE OUTUBRO reverencio a Criação. Honrarias eternas às mulheres que em Ventre e Coração uníssono pressentem e recebem esta energia de Cura e celebram!!!" (Clã dos Ciclos Sagrados/ Sabrina Alves)

Círculo Sagrado de Visões Femininas age em diversos níveis, são eles:

Físico: É comprovadamente cientifico que quando duas ou mais mulheres permanecem juntas em um mesmo espaço físico seus ciclos menstruais se auto-regulam. E, segundo as medicinas tradicionais, a mulher se oportuniza do processo de menstruação quando este ocorre nas fases MINGUANTE/NOVA, pois assim temos maior influência do SOL na TERRA e, desta forma, eliminamos mais e melhor. E, além disso, quando diversas mulheres estão juntas, o corpo aciona a produção de um hormônio chamado OCITOSINA, que causa sensação de felicidade e bem-estar. Menstruação regulada cura e nos ensina a viver ciclicamente, entendo que morrer é necessário, tanto quanto renascer e viver plenamente.

Emocional: O CÍRCULO é um arquétipo igualitário, traz noção de pertencimento e de sacralidade à palavra, pois todas ao redor do centro estão à mesma distância, desta forma, não existe hierarquia. Cada palavra é ouvida. Cada batida de coração é sentida. Estar em Círculo CURA as feridas. Sana sem demora as mágoas e ressentimentos. Abre espaço no ventre e coração para a renovação e para realização plena.

Social: Pretende gerar um grupo, ou Círculo de Mulheres que ocupe o vazio comunitário criado pelo capitalismo/paiarcado. Fazendo circular e estimular o conhecimento e a partilha. Estimulando as mulheres a ocupar e a se manifestar em espaços públicos levando os pontos de vistas femininos.

Espiritual: Em um local onde a mulher possa dar voz a sua essência, o espírito feminino se sente livre para se manifestar, proporcionando insigths, conexões com os arquétipos interiores e intuição mais apurada e visão de olhos de águia, além do alcance, dentro e fora da situação, mediando seus aspectos internos e a vivencia externa.

Onde encontrar um Círculo Sagrado de Visões Femininas? Quem são as Guardiãs?

"Estas são as guardiãs (até o presente momento) que irão ancorar as energias desse encontro de Lua Nova. Participe desta energia, procure a cidade mais próxima de vc! Yaha a força da vida que nos conecta!!"
Com amor, Sabrina Alves (Clã dos Ciclos Sagrados).


::Marcela Zaroni (Shakti Lalla)
Localização: Rio de Janeiro - RJ
Tel:(21) 33923502
Cel: (21) 85301340
shaktilalla@hotmail.com

::Ariany Moreira (Dhanna Kaur)
Localização: Belo Horizonte/Minas Gerais
Contato: (31) 3471-1465

::Ana Paula Andrade
Localização: Esteio/Rio Grande do Sul
Endereço: CICC PAZ - Campo de Integração e Convivência por uma Cultura de Paz - Rua São Jerônimo, 76 - Centro - Esteio/
Fone: (51) 98210643

::Iony Ming
Localização: Vila Velha – Espírito Santo
Fone: (27) 9926-2668

::Jeruza Jesus do Rosário
Localização: Salvador - Bahia
Meus contatos: (71) 3329-4998/ 8765-2723.

:::Sabrina Alves
Localização: São Paulo - São Paulo
Website: www.cladosciclossagrados.com
Fone: (11)9614-2858


“Mulheres em círculos para honrar seus ciclos, avançando fronteiras e tecendo redes”


Veja mais aqui: http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs?cmm=35920066&tid=5377149306267180684&start

Realização | Apoio:
Read More …

Palavras a uma amiga...apenas para lembrá-la.

Arte: Shakti Lalla

"Para as mulheres, as lágrimas são um pricípio de iniciação para o ingresso no clã das cicatrizes, essa eterna tribo de mulheres de todas as cores, todas as nacionalidades, todos os idiomas, que no decorrer dos séculos passaram por algo de grandioso e que mantiveram seu orgulho."

Clarissa Pinkola Estés, Mulheres que correm com os lobos
Read More …

Yauaretê
Milton Nascimento

"Senhora do fogo
Maria Maria
onça verdadeira me ensina a ser realmente o que sou
põe a sua lingua na minha ferida, vem contar o que eu fui
me mostra meu mundo
quero ser jaguaretê

Meu parente, minha gente, cadê a família onde eu nasci
cadê o meu começo, cadê meu destino e fim?
para que eu estou por aqui?

Senhora da noite
senhora da vastidão
ovir pegadas e pegar
seguir a sina de sangrar pra se alimentar
tem de guerrear, lutar, matar pra sobreviver
pois assim é a vida

Quem vem lá?, é onça que já vem comer
quero ser onça, meu jaguaretê
quero onçar aqui no meu terreiro
vou onçar sertão e mundo inteiro
já está na hora da onça beber o seu
vou dançar com a lua lá no céu

Dama de fogo
Maria Maria
onça de veradade, quero ter a luz, ouvir o som caçador
me diz quem sou, me diz quem fui
me ensina a viver meu destino
me mostra meu mundo
quem era, quem eu sou?"
Read More …


Nossos pés tocam seu solo. Sua prosperidade é infinita.
Read More …

Algo cresce em mim, cresce em raízes que se espalham. De uma forma imprecisa, de múltiplas formas, em redes, teias, espirais, círculos, linhas que rompem, que se expandem, além da forma que restringe...linhas circunscritas num diálogo infinito nas cores que se sobrepoem. Não é arte, é energia densa, material, com textura, cheiro e sabor.
Read More …

Ventre cósmico de toda criação. O campo fértil nutriz, força que rompe a terra, brota os grãos. Sabedoria primordial, no corpo ancestral feminino, no corpo da terra e dos seres fecundos. Abundância e plenitude, onde a morte e a vida, passado e futuro se fundem. De onde a arte se origina, acessando a superfície da consciência. Parto, suor e sangue. Existência.

Arte de Dizzy
Ho Ho Chi Heaven Original Fine Art - Foyer
Read More …

Read More …


Às mulheres...a tarefa desafiadora de perceber, resgatar, ancorar e manter o vínculo com o conhecimento matri- geracional a cerca dos seus corpos e poderes.

Shakti Lalla
Read More …

“Enquanto os mistérios ligados ao instinto envolvem os pontos centrais da vida feminina – nascimento, menstruação, concepção, gravidez, sexualidade, climatério e morte -, os mistérios primordiais projetam um simbolismo psíquico no mundo real e assim transformam-no. Os mistérios femininos podem ser divididos nos mistérios referentes à preservação, à formação, à alimentação e à transformação(...)."

"A cultura primitiva é em grau bastante elevado um produto do grupo das mulheres”

Erich Neumann. A Grande Mãe.
Read More …


O Navaratri é a principal festividade indiana dos Shaktas, devotos da Mãe Divina. Durante nove dias há um intenso sadhana (disciplina espiritual) dedicado aos três aspectos do poder feminino, Durga, Lakshimi e Sarasvati, que envolvem pujas (rituais), mantras, oferecimentos de prasada (oferendas de alimentos e flores) e observância alimentar.

O dia que antecede o Navaratri é dedicado aos antepassados, que são lembrados e honrados para que se iniciem a celebração, onde as três faces da Deusa são adoradas a cada três dias.

Os três primeiros dias são dedicados a Devi Durga, consorte de Shiva, o aspecto da Deusa em sua face guerreira e protetora, que traz justiça e discernimento aos devotos, destruindo as amarras do ego que impedem a percepção da verdade.


Seguem-se três dias dedicados a Lakshimi, a Deusa da abundância e da prosperidade infinitas, saúde, generosidade e beleza suprema. Aspecto feminino de Vishnu, o senhor da conservação do mundo. É como a mãe-terra que nos oferece seus recursos de forma divinamente generosa e amorosa.


Nos três ultimos dias, Sarasvati é adorada, Ela que é a fonte da sabedoria, reveladora dos mistérios profundos dos Vedas. Representa a polaridade de Brahma, juntos formam o aspecto criador do universo. Neste período os artesãos e artistas entregam suas ferramentas e instrumentos de trabalho para que sejam inspirados e abençoados pela Deusa que ama todas as formas de arte.


O décimo dia, Vijaya Dasami, o dia da vitória, é uma ocasião auspiciosa onde os devotos celebram momento em que Durga vence Mahiasura (um poderoso demônio que ameaça a ordem do universo), libertando-os da ignorância e abençoando-os com realizações.
Read More …

Arte de Miranda Bergman

"Grupos conduzidos por e para mulheres são nosso refúgio psíquico; nosso local para descobrirmos quem somos ou o que podemos nos tornar como seres integrais e independentes. Em algum momento em nossas vidas, cada uma de nós precisa de um território livre. Um pequeno território psíquico. Você tem um?"

Glória Steinem, Outrageons Acts and Averyday Rebellions

Mais sobre a artista muralista:
http://foundsf.org/index.php?title=Balmy_Alley:_a_Modernist_Approach
http://www.flickr.com/photos/74962633@N00/419521832
Read More …

Read More …

** SETEMBRO - 18, sexta – Ritual

O que é o “CÍRCULO SAGRADO DE VISÕES FEMININAS”?

"São encontros sob as energias da Lua Nova para a expressão feminina de regeneração, seguido de rituais para sintonizar-se com seus hormônios e as energias de renovação da Lua Nova.

CÍRCULO SAGRADO DE VISÕES FEMININAS é um movimento criado a partir do projeto “Clã dos Ciclos Sagrados” que pretende gerar pontos de mudança, cura e transformação desde cada ventre presente nos círculos.

CÍRCULO SAGRADO DE VISÕES FEMININAS busca acabar com a dualidade imposta às mulheres, recuperando o sangue e o corpo como arquétipo positivo de identidade e sacralidade feminina.

CÍRCULO SAGRADO DE VISÕES FEMININAS é um espaço para a INSPIRAÇÂO, pois por meio de convidadas, mulheres fortes e lideranças de beleza e com caminhadas importantes, e que desenvolvam trabalhos e representem objetivos elevados de justiça social, planetária/ecológica nos inspirem às novas ações em nossas vidas.

CÍRCULO SAGRADO DE VISÕES FEMININAS parte de pontos de vista físico, psico-social e espiritual para desenvolver uma egrégora de fortalecimento feminina, criando espaços de diálogos em cada estado brasileiro, pois cremos que tudo é sagrado e que TOD@S SOMOS UM@!"


Encontros simultaneos em:
São Paulo, Rio de Janeiro, Espirito Santo, Bahia, Rio Grande do Sul e Minas Gerais.

Guardiã do círculo no Rio de Janeiro:
Marcela (Shakti Lalla)
(21) 33923502 / (21) 85301340
shaktilalla@hotmail.com

Público: Mulheres de todas as idades até ao pulsar livre de coração.

Pedimos que sempre levem algo para compartilhar (alimentos ou bebidas, VEGetarianos de preferência).
Tragam seus oráculos e instrumentos (maracá, tambor, flauta, etc)
:: Contribuição:R$ 10,00

Local:
Espaço Saúde
Rua Mario Portela 49 (quase esquina com a R. das Laranjeiras e R. Alice) - Laranjeiras - Rio de Janeiro - RJ


Por favor, confirme a sua presença!
shaktilalla@hotmail.com
Read More …


Círculo Sagrado de Visões Femininas
Encontros da Lua Nova
18 de setembro, sexta, às 20hs

simultaneamente em
*Belo Horizonte/MG
*Esteio/RS
*Vila Velha/ES
*Salvador/BA
*Rio de Janeiro/RJ
*São Paulo/SP

Confiando no infinito campo de possibilidades no Grande Útero Universal ancoro com amor esta energia que se manifesta aqui e agora.

Sob as energias da LUA NOVA DE SETEMBRO reverencio a Criação. Honrarias eternas às mulheres que em Ventre e Coração uníssono pressentem e recebem esta energia de Cura.

:Hoje os encontros da LUA NOVA pelo “Círculo Sagrado de Visões Femininas” se expande em Círculos espalhados pelo Brasil. Ancorados por mulheres fortes, porem simples, mas com amor e confiança suficiente para se tornarem a ferramenta, o Elo da Grande Teia, de cura, amor, confiança e expressão feminina.

:Este trabalho apesar de inicialmente ter sido ancorado pelo projeto CLA DOS CICLOS SAGRADOS, sob à coordenação de Sabrina Alves em São Paulo, expande suas teias em forma de gratidão e comunhão a Grande Mãe orientando outras mulheres de forma gratuita de outros estados do Brasil a canalizarem esta energia. Conecta outras mulheres para trazerem em forma de ação esta energia de UNIÃO entre as mulheres e as umas das forças universais expressas pela LUA NOVA.

:A partir da LUA NOVA DE SETEMBRO, DIA 18, SEXTA-FEIRA de 2009, damos inicio a encontros mensais de mulheres em diversos estados brasileiros, sob as energias de limpeza, reinicio, retorno a si mesma, regeneração e contato com a fonte pura que este momento proporciona as todas as mulheres, de todas as idades, de qualquer lugar do mundo, de qualquer crença. Acessaremos direto na fonte essa energia democrática de REGERAÇÃO E EXPRESSÃO FEMININA.

:O que é o “CÍRCULO SAGRADO DE VISÕES FEMININAS”?

São encontros sob as energias da Lua Nova para a expressão feminina de regeneração, seguido de rituais para sintonizar-se com seus hormônios e as energias de renovação da Lua Nova.

:CÍRCULO SAGRADO DE VISÕES FEMININAS é um movimento que pretende gerar pontos de mudança, cura e transformação desde cada ventre presente nos círculos.

:CÍRCULO SAGRADO DE VISÕES FEMININAS busca acabar com a dualidade imposta às mulheres, recuperando o sangue/leite e o corpo como arquétipo positivo de identidade e sacralidade feminina.

:CÍRCULO SAGRADO DE VISÕES FEMININAS é para todas as mulheres. Meninas, mães, as grávidas, as que menstruam, as que não menstruam, as anciãs, as avós. TODAS!

:CÍRCULO SAGRADO DE VISÕES FEMININAS é um espaço para a INSPIRAÇÂO, pois por meio de convidadas, mulheres fortes e lideranças de beleza e com caminhadas importantes, e que desenvolvam trabalhos e representem objetivos elevados de justiça social, planetária/ecológica nos inspirem às novas ações em nossas vidas.

: CÍRCULO SAGRADO DE VISÕES FEMININAS parte de pontos de vista físico, psico-social e espiritual para desenvolver uma egrégora de fortalecimento feminina, criando espaços de diálogos em cada estado brasileiro, pois cremos que tudo é sagrado e que TOD@S SOMOS UM@!

::CÍRCULO SAGRADO DE VISÕES FEMININAS age em diversos níveis, são eles:

Físico: É comprovadamente cientifico que quando duas ou mais mulheres permanecem juntas em um mesmo espaço físico seus ciclos menstruais se auto-regulam. E, segundo as medicinas tradicionais, a mulher se oportuniza do processo de menstruação quando este ocorre nas fases MINGUANTE/NOVA, pois assim temos maior influência do SOL na TERRA e, desta forma, eliminamos mais e melhor. E, além disso, quando diversas mulheres estão juntas, o corpo aciona a produção de um hormônio chamado OCITOSINA, que causa sensação de felicidade e bem-estar. Menstruação regulada cura e nos ensina a viver ciclicamente, entendo que morrer é necessário, tanto quanto renascer e viver plenamente.

Emocional: O CÍRCULO é um arquétipo igualitário, traz noção de pertencimento e de sacralidade à palavra, pois todas ao redor do centro estão à mesma distância, desta forma, não existe hierarquia. Cada palavra é ouvida. Cada batida de coração é sentida. Estar em Círculo CURA as feridas. Sana sem demora as mágoas e ressentimentos. Abre espaço no ventre e coração para a renovação e para realização plena.

Social: Pretende gerar um grupo, ou Círculo de Mulheres que ocupe o vazio comunitário criado pelo capitalismo/patriarcado. Fazendo circular e estimular o conhecimento e a partilha. Estimulando as mulheres a ocupar e a se manifestar em espaços públicos levando os pontos de vistas femininos.

Espiritual: Em um local onde a mulher possa dar voz a sua essência, o espírito feminino se sente livre para se manifestar, proporcionando insigths, conexões com os arquétipos interiores e intuição mais apurada e visão de olhos de águia, além do alcance, dentro e fora da situação, mediando seus aspectos internos e a vivencia externa.

::Público: Mulheres de as idades até ao pulsar livre de coração.
Pedimos que sempre levem algo para compartilhar (alimentos ou bebidas, VEGetarianos de preferência).

Tragam seus oráculos para exercitar nossa capacidade visonária, e instrumentos (maracá, tambor, flauta, etc).

SOBRE AS GUARDIÃES:

Círculo Sagrado de Visões Femininas precisa de guardiãs com disponibilidade e identificação com o movimento para viabilizar o encontro das mulheres todos os meses. Elas são mulheres simples e fortes ao mesmo tempo, com gana e coragem de assumir e ancorar uma energia de transformação. Elas são responsáveis por unir as mulheres em torno de algum tema proposto pelo Círculo raiz localizado em São Paulo. Cuidam de encontrar um local seguro e confortável para que os encontros ocorram nas datas combinadas. Fazem papel de mediadoras, agrupam, sociabilizam e acolhem. Elas recebem orientações gratuitas para a criação do Círculo. Tudo no sentido de fortalecer a agrégora de cura num pulsar uníssono, uma vez que os encontros só se fortalecem quando sincronizados, ou seja, quando todas estão juntas no mesmo dia e horário em prece com o mesmo intuito.

SOBRE CUSTOS: CÍRCULO SAGRADO DE VISÕES FEMININAS é um espaço para todas as mulheres. Desta forma às vezes é necessário que se cobre algum valor que possa cobrir os custos do local. Ficando a cargo da guardiã verificar as melhores possibilidades, desde que acessível a todas.

É com enorme gratidão que lhes apresento as guardiãs:

Ariany Moreira (Dhanna Kaur)
Localização: Belo Horizonte/Minas Gerais
Contato: (31) 3471-1465

::Ana Paula Andrade
Localização: Esteio/Rio Grande do Sul
Endereço: CICC PAZ - Campo de Integração e Convivência por uma Cultura de Paz - Rua São Jerônimo, 76 - Centro - Esteio/
Fone: (51) 98210643

::Iony Ming
Localização: Vila Velha – Espírito Santo
Fone: (27) 9926-2668

::Jeruza Jesus do Rosário
Localização: Salvador - Bahia
Meus contatos: (71) 3329-4998/ 8765-2723.

::Marcela Pessoa Zaroni
Localização: Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
Casa: (21) 33923502
Cel: (21) 85301340

:: Sabrina Alves
Localização: São Paulo - São Paulo
Website: www.cladosciclossagrados.com
Fone: (11)9614-2858

Estas são as guardiãs (até o presente momento) que irão ancorar nos estados citados acima as energias desse encontro de Lua Nova. Participe desta energia, procure a cidade mais próxima de vc! Yaha a força da vida que nos conecta!!

Com amor Sabrina Alves.

Para mais informações acesse:
http://www.cladosciclossagrados.com/curso_ritual_lua_nova.html
Email: cladosciclossagrados@yahoo.com.br

Sabrina Alves

Coordenadora
Clã dos Ciclos Sagrados
"Mulheres em círculo para honrar seus ciclos; avançando fronteiras e tecendo redes."
www.cladosciclossagrados.com
Read More …

Read More …

3. Manipura Chakra : Lakini Deví

Lakini é a Devi (Deusa) que preside no chakra Manipura, ou plexo-solar. Em suas 10 pétalas reside o Jataragni (fogo digestivo/ Samana Vayu), associado ao sentido da visão e o elemento fogo. O poder pessoal é a manifestação da energia gerada neste chakra, a expressão correta dos sentimentos e pensamentos, a auto-estima bem consolidada, o ego, a identidade no mundo.

Seu bija mantra é o som RAM e pode ser vibrado por algumas vezes na região próxima ao umbigo, junto a visualização de Shakti Lakini com suas três cabeças (cada qual representando um dos planos de ação: físico, astral, cósmico), com sua a pele escura e sari amarelo.

"Em uma de suas quatro maõs, Shakti Lakini segura o raio, ou vajra (vara de condão), indicando a energia elétrica do fogo, bem como o calor físico que emana de dentro do corpo. Em sua segunda mão, ela segura a flecha disparada do arco de Kama, o Senhor do Sexo, no segundo chakra. Esta flecha se move para um objetivo, fornecendo o ímpeto para o movimento ascendente da energia. Sua terceira mão segura o fogo. Na quarta, Shakti Lakini forma o mudra (gesto de mão) da intrepidez concedida." O Deva deste chakra é o senhor Shiva em sua forma de Rudra Braddha (Shiva Velho).

É nesta região do corpo que acontece a transmutação do alimento (nutrição) em energia vital.


A prática de ásanas como salabhasana, muktasana e setubandhasana, os pranaymas Ujjayi e kapalabati, e o uddiyana bandha (contração abdominal) tonificam e potencializam a ação dos orgãos e glândulas correspondentes favorecendo o bom fluxo de prana neste chakra.
Read More …

"Seus desejos romperam os fios da teia do tempo,
Você pode viver em casa ou morar numa floresta,
Sabendo que o Self Puro é todo-penetrante,
Como saberá, então você será."


Lal-Ded
Read More …

Read More …

Read More …

"Primal Force". Arte de Narayani Rikke Lohmann

"A vitalidade esvaída das mulheres pode ser restaurada em extensas escavaçoes "psíquico-arqueológicas" nas ruínas do subterrâneo feminino"

Clarissa Pinkola Estés
Read More …


Bala Tripura Sundari é uma das formas de Lalita, representada por uma menina entre 7 e 12 anos.

Tripura em sânscrito significa trindade. É desta maneira que Lalita se manifesta: na tríade jovem (Bala), mãe (Sodashi)e anciã (Panchadasi).

"Lalita é mãe e filha; Lalita é a mãe de todos e de tudo, divino e mortal, animado e inanimado."
Read More …

"Saudações à Deusa, Deusa suprema.
Saudações repetidas vezes.
Saudações ao Shri Shiva, esse que dá o conhecimento verdadeiro.
Saudações a Deusa que é igualmente a esposa de Shri Shiva.
Saudações a prakriti que é sempre auspiciosa e feliz."


Shri Mataji Nirmala
Read More …

"Om vishwa rupayaii namaha"

"Saudações àquela que é a forma de todo o universo"


Shambhavi Lorain Chopra
Read More …

(clique na imagem para ampliá-la)

Data:
21 à 23 de agosto de 2009
Local: Fazenda Gaia, São Francisco Xavier, SP

"Shakti, poder transformador da consciência que pulsa por detrás de todas as formas de vida e das forças da Natureza, é a chave que nos abre as portas para o bem estar físico, psicológico e espiritual. A Shakti encontra-se dentro de nossas mentes e corações e só precisamos despertá-la para permitir que a sua energia flua para as nossas experiências diárias.

Neste Shakti Yoga, Yogini Shambavi irá ensinar a todos, homens e mulheres, como fazer essa energia vir à tona para que possa ser aplicada nas nossas relações, emoções, formas de comunicação e também na prática especial do Yoga Sadhana, que são aprendizados sagrados de contemplação, meditação, mantras, mudras, rituais e Yoga consciente.

O retiro da Yogini Shakti, por meio de trocas pessoais, interpessoais e entre os mundos interno e externo, nos ensinará a criar o nosso espaço sagrado, seja em nossa casas ou dentro de nossos corações, permitindo que a Shakti desperte, desenvolva-se e se expresse em tudo o que fizermos e que se torne nosso guia interior no nosso caminho espiritual. Chegaremos, homens e mulheres, a um nível mais profundo de conhecimento do nosso EU, decodificando as experiências místicas da nossa realidade Universal fazendo com que a nossa essência mais sagrada desabroche e assim, possamos abrir o nosso EU para o Divino. Toda essa profunda vivência, consciente, com nosso EU nos revelará práticas de autocura, de rejuvenescimento e de celebração da vida por meio dos ensinamentos decorrentes dos poderes universais resultantes da união da mente com o coração.

Vamos nos unir para fazer parte de um Universo, que é Uno na sua essência, e centrado na Harmonia, Consciência e Espiritualidade. Eu com a bondade da Mãe Natureza, através da dança sagrada da luz de Shakti.

Yogini Shambhavi é considerada uma importante Conselheira e Guia Espiritual da Índia e viaja pelo mundo ensinando como despertar o poder divino feminino, Shakti, e a verdade mais profunda do Yoga. Seu trabalho desperta o Divino poder feminino, no interior de nossos corações e mentes, permitindo que a sua Graça Suprema, adentre por nossas vidas e revele-se no nosso cotidiano.

Yogini Shambhavi possui a capacidade de conduzir, todos aqueles que a procuram a uma vivência da presença transformadora da Divina Mãe através da autocura, da meditação, da prática do yoga consciente, dos rituais sagrados e da entoação de mantras, que fazem com que o corpo, a mente e o espírito se conscientizem de que "a felicidade abosoluta é o estado natural do nosso ser"


Mais informações:

Casa Moksha
http://www.shambhavi-yogini.com/
Read More …

Encontramos na mitologia de diversos povos, vozes oraculares femininas, personagens e Deusas detentoras da sabedoria, dos destinos da humanidade e dos mistérios da vida, morte e vida.

As tríades fiandeiras Moiras (gregas), Parcas (romanas) e Nornes (nórdicas) eram ao mesmo tempo poderosas e terríveis, normalmente representadas nas figuras da virgem, da mãe e da anciã (Tríplices Deusas). Entre as Nornes, a virgem Skuld era a responsável pelas profecias e adivinhações, a guardiã do futuro, assim como Nona (grega) a que tece o fio da vida, cabendo as duas outras, a tarefa de manter e cortar o fio da vida. Na Índia, a trindade de Shaktis Saraswati, Lakshimi e Kali encarnam estas energias. Na África encontramos as Ìyá Mi Osorongà, as mães feiticeiras, como as senhoras do destino. Entre as Deusas tecelãs, a anciã Ixchel, Deusa Maia da lua, que tecendo no seu tear de cintura, é capaz de conceder respostas a seus discípulos em peregrinação ao seu oráculo situado numa ilha distante da costa. E a Deusa indígena hopi Kokyang Wuhti, conhecida também como mulher -aranha, que através do seu dom profético protege e auxilia todos seres.

As sacerdotisas, divinamente inspiradas, eram as guardiãs das artes mágicas e da divinação. Na Grécia, as Pitonisas ou Sibilas, em transe, intepretavam os sinais sagrados e comunicavam-se com os Deuses, utilizando instrumentos como espelhos, dados, fumaças, sonhos, sons de pássaros (...). Febe, a antiga Deusa grega da lua, da profecia, dos mistérios e dos segredos, dividia o oráculo de Delfos com Gaia (sua mãe) e Temis (sua irmã) embora mais tarde tenha transmitido este atributo ao Deus solar Apolo. Entre os nórdicos mulheres gyðjas e völvas manipulavam as runas e eram imbuídas de poder mágico, com especial habilidade para profecias.

Uma lista incontável de sacerdotisas são encontradas nas diversas culturas. Xamãs indígenas; Iyalorixás e Donés (...) do candomblé; mikogamis japonesas; wiccans contemporâneas(...) que através de suas danças sagradas, intuições, transes e sonhos proféticos, usam ou usaram seus corpos como espaço para o sagrado, templos da Deusa, santuários da vida, em honra a memória de suas ancestrais e de seu povo, como fontes de sabedoria e criatividade, como veículos do Sagrado feminino.

Entre os oráculos, os arquétipos femininos universais estão presentes de muitas maneiras. Dentre estes sistemas, o Tarot - que tem sua origem desconhecida, embora os registros históricos indiquem que sua redescoberta se deu na Europa na Idade Média - traz um conjunto de símbolos e alegorias que possuem uma forte correspondência com outros sistemas esotéricos. É um dos oráculos mais respeitados no mundo, sendo a versão do Tarot de Marselha a mais popular.

No conjunto de suas 78 cartas, alguns arcanos representam os arquétipos fundamentais do feminino. Além das cartas de corte dos arcanos menores, Rainhas e Princesas dos 4 elementos (Copas, Ouros, Paus e Espadas), temos entre os 22 arcanos maiores:

A figura da "Sacerdotisa" (arcano 2) revela a mulher sábia, a xamã, a bruxa, receptiva e intuitiva(yin), que esta em contato direto com o Sagrado e com a fonte de cura. Ela que representa o feminino espiritual, aconselha ao consulente que escute sua sabedoria interior.

A "Imperatriz" (3), é a mulher coroada que encarna o feminino material, é fecunda e criativa, representa a Grande Mãe que manifesta e dá vida a tudo que esta sendo gestado: filhos, sonhos, idéias, projetos. Expressa o amor através dos seus diversos dons, da arte, da sexualidade plena, do prazer, guardando também elementos arquetípicos de Deusas da beleza e do amor, como Afrodite e Oxum.

Com a "Justiça" (8 ou 11), o equilíbrio, a harmonia, o discernimento se apresentam no aspecto daquela que segura a balança e a espada da justiça, é a Palas Atena e a Maat egípcia que trazem discernimento e razão para a circunstância ou para o consulente.

A "Força" (11 ou 8) representa a energia da atratividade, da paixão, e da integração dos aspectos "instintivos" ao Self. A mulher que domina um leão com habilidade e criatividade, através da sua força interior.

Na "Temperança" (14) a integração alquímica das polaridades energéticas e psíquicas, femininas e masculinas, yin e yang, promove uma transformação profunda capaz de gerar uma mudança interior sútil para um novo nível de experiência ou estágio de desenvolvimento. Expressa harmonia e equilíbrio, presente na alegoria de uma anja, ou de uma mulher, que carrega duas jarras e permite que a água flua de um recipiente ao outro, misturando-os. É a Senhora das marés que guarda o fluxo e o refluxo das energias.

A "Estrela" (17) uma jovem inocente e nua carregando uma estrela acima da sua cabeça. Assim como a Temperança traz jarros em suas mãos, mas agora, verte suas águas na terra e na água, ambos elementos femininos. Como a chuva que lava e fertiliza a terra, representa as forças da renovação e da purificação. A confiança na Fonte e em si mesmo, a esperança, a inspiração, a conexão com o transcendente e a espiritualidade de maneira sincera.

Muitas adaptações foram realizadas em torno dos arcanos do Tarot de Marselha. A partir da década de 60, um grupo crescente de mulheres, artistas e pesquisadoras, movidas pelo interesse em fortalecer o movimento da Espiritualidade Feminina, passaram a desenvolver novas versões para o baralho, enfocando a temática do Sagrado feminino. Alguns destes trabalhos mais conhecidos são os de Kris Waldherr (Goddess Tarot), Isha Lerner (Tarot da Deusa Triplice) e Amy Sophia Marashinsky & Hrana Janto (Oráculo da Deusa).

Existem também muitos outros tarots sobre o Feminino Divino publicados e haverão aqueles que certamente aparecerão ao longo deste novo século onde os valores ligados a cultura Matrística e o Sagrado feminino estarão cada vez mais em evidência.

Artigo escrito por Shakti Lalla para o "Conselho das Deusas"(2008)
Read More …

Arte de Tara Rawson

"A mente deve ser controlada dentro do coração, até atingir seu fim, que é a sabedoria, que é a libertação; todo o restante é apenas uma continuação dos nós que nos preendem a vida"

KATHA-UPANISHAD
Read More …

"Ó Kālī, Kālī, Grande Kālī , Kalikā destruidora do demérito. Divindade doadora de Dharma , Artha Kama e Moksha , eu louvo o nome Nārāyanī."Mãe Kālī
por Jorge Farias

"Poucos personagens do extenso panteão indiano tem evocado respostas tão ambíguas e variadas quanto a figura da Mãe Kālī .

Para a imensa maioria , não familiarizada com a língua Sânscrita , Seu nome remete ao kaliyuga , a era na qual estamos vivendo . Entre aqueles habituados apenas à representações da Divindade em seu aspecto tranqüilo e pacificador , Sua figura ativamente protetora desperta sentimentos de surpresa e temor .

Na verdade a visão das representações da Mãe Kālī toca no fundo de nossos corações . Várias escrituras descrevem Suas formas , Sua iconografia é explicada em detalhes em textos como o KarpuradiStotram e o MahaNirvanaTantra ; Situada , em geral , no meio do campo crematório , Ela nos relembra da transitoriedade de todos os fenômenos e da inevitabilidade da morte . Seus longos cabelos emaranhados nos remetem às algemas da ilusão ( Maya ) , que faz com que acreditemos na realidade absoluta deste universo . Seus três olhos indicam seu conhecimento do presente , passado e futuro . Sua imensa língua esticada e Seus dentes afiados demonstram Sua capacidade de devorar inúmeros universos . Sua guirlanda formada por 50 ( cinqüenta ) cabeças decepadas representa as 50 ( cinqüenta ) letras do alfabeto Sânscrito , ou seja , todo o conhecimento que pode ser descrito através de palavras . Seu saiote de mãos humanas representa todas as ações que o homem pode realizar , por serem as mãos o principal veículo do Karma ; por exceção deste saiote , Ela apresenta-se nua , inalterada , original , coberta apenas pela aparência das ações humanas . Ela é representada sobre o Senhor Shiva , que permanece imóvel , demonstrando então o jogo (liilaa ) entre o aspecto estático ( na forma do Senhor Shiva ) e dinâmico ( na forma da Mãe Kaalii ) do universo . Com Seu braço superior direito Ela segura o facão sacrificial ( khadgam) ;Seu braço superior esquerdo segura uma cabeça ( mundam ) ; com Seu braço inferior direito Ela segura um tridente ( trishulam ) e Seu braço inferior esquerdo segura um pote com o fogo sacrificial ( Senhor Agni ) . Com um profundo significado simbólico Seus quatro braços demonstram os atos de uma alquimia universal que leva o homem à libertação (moksha ) .

Uma análise de Seu nome em Sânscrito mostra que este possui duas vogais longas ( "A" e "I" longos ) e não possui qualquer relação com o kaliyuga ( "A" breve e "I" breve ) .

Mãe Kālī é a Divindade primordial do tempo , existindo em todas as eras , apesar de mudar Seus nomes e vestimentas . Sua representação armada e em absoluto êxtase mostra Sua única e indissolúvel intenção ..... proteger Seus devotos em sua jornada pelos universos materiais até que alcancem a libertação .

Esta poderosa Mãe está sempre atenta e disposta à auxiliar aqueles que a buscam com sinceridade . Ela é a única Devi ( Deidade feminina ) que é chamada de " Mãe " por Seus devotos , devido ao Seu caráter protetor e tolerante .

Muitas escrituras foram dedicadas ao louvor à Mãe do universo ( Jagadambaa ) . Existem muitos hinos ( stotra ) Vaidikos , Pauranikos e Tantrikos ( respectivamente relacionados aos Vedas , Puranas e Tantras ) que elogiam a Sua excelência . Vários destes textos apontam diversos caminhos de realização para os vários tipos de alma encarnadas , para que possam realizar, em vida, o Dharma (equilíbrio com as leis do universo ) , Artha ( abundância material ) , Kama ( realização dos desejos ) e Moksha ( libertação final ) "


Fonte: Templo de Kali
Read More …


Este vídeo pode ser usado na meditação sobre o SriChakra. Contemple a beleza da Deusa em suas diversas faces .
Read More …


" Eu me curvo a Deusa feita de mantra, que consiste (nos 51) Ganeshas, (nos 9) planetas, (nas 27) constelações lunares, (nas 6) Yoginis, (nos 12) símbolos do zodíaco, e (nas 51) Matrikas-assentos ( 51 letras do alfabeto sânscrito) (...)

Eu adoro a Devi de todas as Devis, a grande Shri Siddha Matrika, cujas as letras do alfabeto, como o luar, decoram os três mundos."


Versos do Tantra de Vamakeshvara


Matrikas lutando contra os ashuras (demônios)
Read More …

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...